Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge
siga-nos RSS Facebook Twitter YouTube
Enviar E-mail
 
13-10-2016 

 Relatório: Programa Nacional de Vigilância da Gripe − época 2015/2016 

 
 

No âmbito da 5ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal, o Instituto Ricardo Jorge divulga o relatório anual do Programa Nacional de Vigilância da Gripe, elaborado pelo Laboratório Nacional de Referência para o Vírus da Gripe e Outros Vírus Respiratórios e pelo Departamento de Epidemiologia deste Instituto, em colaboração com a Direção-Geral da Saúde.

A presente publicação divulga a caraterização clínica e laboratorial da atividade gripal no inverno de 2015/2016.

As principais conclusões apresentadas são:

  • Na época 2015/2016 a atividade gripal foi de baixa intensidade;
  • O vírus da gripe A(H1)pdm09 foi o predominante identificado durante todo o período epidémico. Mais tardiamente verificou-se a circulação do vírus do tipo B;
  • A análise antigénica e genética dos vírus A(H1)pdm09 circulantes mostrou que estes se assemelham à estirpe vacinal 2015/2016. Os vírus do tipo B eram diferentes da estirpe vacinal;
  •  Não se observaram excessos de mortalidade semanais durante o outono e inverno de 2015/2016;
  • A taxa de admissão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) registou o valor máximo na semana 8 de 2016 (8,1%). Nas UCI verificou-se franca dominância do vírus da gripe A(H1)pdm09 (90%) e a circulação simultânea do vírus B (3%).

Os resultados obtidos constituem informação útil para a orientação e planeamento de medidas de prevenção e controlo da gripe de forma precisa.

Consulte o relatório em acesso aberto aqui.