Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge
siga-nos RSS Facebook Twitter YouTube
Enviar E-mail

 Unidade de Água e Solo

 

A Unidade de Água e Solo (UAS) desenvolve estudos de avaliação da qualidade da água e do solo, para investigação de situações de risco para a saúde humana decorrentes da exposição a fatores de risco de origem hídrica e telúrica.  

A UAS dispõe de laboratórios, atualmente sedeados em Lisboa e Porto:

  • Laboratório de Química e Toxicologia
  • Laboratório de Microbiologia
  • Laboratório de Biologia e Ecotoxicologia 

O Laboratório de Química e Toxicologia desenvolve planos de vigilância e controlo da qualidade físico-química de águas nas suas diversas utilizações: água para consumo humano, águas naturais superficiais ou subterrâneas, águas de piscina ou tanques terapêuticos, águas balneares, águas utilizadas na preparação de soluções de hemodiálise, águas residuais, entre outras.

O Laboratório de Microbiologia tem a sua esfera de competências a nível da vigilância e controlo da qualidade microbiológica das águas acima referidas bem como no estudo da qualidade microbiológica de areias. 

O Laboratório de Biologia e Ecotoxicologia (LBE) estuda os microrganismos fitoplanctónicos, potencialmente toxigénicos, existentes em ecossistemas aquáticos e que representam risco para a saúde humana pelas intoxicações humanas que provocam, quer por ingestão, contacto ou inalação de água contaminada, quer por transferência através da cadeia alimentar.

Inicialmente focalizado no estudo de microalgas marinhas associadas à contaminação de bivalves por ficotoxinas, na década de 90 o LBE alargou o seu âmbito de ação ao estudo de cianobactérias tóxicas de água doce. Neste sentido implementou o diagnóstico laboratorial de cianobactérias e toxinas associadas em amostras de água doce e desde então tem vindo a acompanhar a evolução das comunidades fitoplanctónicas em diversas albufeiras e cursos de água superficial portugueses, com determinação dos níveis de toxicidade atingidos em ambiente natural, nomeadamente em águas destinadas a consumo humano e atividades recreativas. Esta valência enquadra-se no âmbito de um serviço prestado à comunidade, nomeadamente, às entidades gestoras dos recursos hídricos, autoridades e serviços de saúde, serviços municipalizados, empresas públicas e privadas de distribuição de água, utentes particulares, etc.

Simultaneamente desenvolve atividades de investigação nesta área, nomeadamente em temas que abordam:

  1. a caracterização taxonómica (morfológica e molecular), ultrastruturas (por microscopia eletrónica de transmissão) e toxicológica (perfis tóxicos) de estirpes toxigénicas, isoladas a partir das florescências naturais e mantidas em cultura no laboratório;
  2. o estudo da distribuição e prevalência de ocorrências de toxicidade em meio natural, assim como, dos fatores ambientais que condicionam a produção e persistência das toxinas no meio hídrico;
  3. o desenvolvimento, validação e implementação de novas metodologias moleculares aplicadas à deteção e quantificação de estirpes toxigénicas em amostras naturais;
  4. a avaliação de efeitos citotóxicos e genotóxicos de algumas das cianotoxinas prevalentes em Portugal, sobre células de mamífero em culturas estabelecidas;
  5. o desenvolvimento de compostos com atividade algicida/algistática e sua aplicabilidade no combate ao desenvolvimento de florescências de cianobactérias toxicas;
  6. a aplicação de materiais naturais no tratamento de águas contaminadas com toxinas produzidas por cianobactérias.

Para o desenvolvimento destas linhas de investigação, o laboratório conta não só com o trabalho e empenho de todos os seus elementos (técnicos, bolseiros, investigadores), como também, com a colaboração de outras unidades de investigação, estabelecida quer através de projetos em parceria, quer através de convénios institucionais, ou de contactos científicos diretos com investigadores de diferentes instituições nacionais e estrangeiras.

 

Para informações técnicas ou outras contactar através de:

  • Unidade de Água e Solos, Lisboa: dsa.uas.l@insa.min-saude.pt; +351 21 751 9299
  • Unidade de Água e Solos, Porto: dsa.uas.p@insa.min-saude.pt. + 351 22 340 1100