Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge
siga-nos RSS Facebook Twitter YouTube
Enviar E-mail

 Estilos de Vida e Impacto na Saúde

 

Em virtude das melhorias socioeconómicas alcançadas no último quarto de século, Portugal obteve ganhos em saúde importantes, que o colocou a par dos seus parceiros europeus, mas a modernização levou também a fortes alterações no estilo de vida e a comportamentos menos saudáveis, como sejam as mudanças nos hábitos alimentares e o baixo nível de atividade física, que estão na base do perfil de saúde do país.

Portugal é um dos países da União Europeia com mais elevados índices de inatividade física e em que a perda dos valores da alimentação tradicional de índole mediterrânica é cada vez mais evidente.

Atualmente, são colocados vários desafios à alimentação, em grande parte no que respeita à promoção da saúde e prevenção de muitas doenças crónico-degenerativas. A obesidade, designadamente a obesidade infantil que afecta uma em cada três crianças portuguesas é um preocupante e relevante problema de saúde pública da atualidade.

Alinhado com a Missão do INSA e com o Plano de Desenvolvimento Estratégico 2008_2012, o Departamento de Alimentação e Nutrição (DAN) tem vindo a desenvolver varias projetos de I&D  cujo objetivo principal estrutura-se na implementação de Políticas de Saúde Publica, um dos eixos estratégicos do  Plano Nacional de Saúde 2010-2016, concretamente  em beneficiar o estado de saúde da população, enfatizando a  proteção e promoção da saúde e a prevenção da doença, de que são exemplo: a educação para a saúde, a vigilância nutricional a intervenção sobre determinantes de saúde.


No âmbito dos Estilos de Vida e Impacto na Saúde o DAN desenvolve os seguintes Projetos de I&D:

  • Estudo “COSI Portugal”
  • Projeto  “Healthy Cities of Europe and Childhood Obesity – a study on policies and sucess  factos”
  • Projeto MUNSI e Projeto POZ
  • Projeto Papa Bem